Alinne Reis

O usuário ainda não possui eventos cadastrados.

Veja os eventos cadastrados no Sua Música.

Ver Eventos

Alinne Reis - EXqueminha

Alinne Reis - EXqueminha

Sem você - Aline Reis pra recordar (Acústico)

ALINE E DAYVID - SÓ FALTAVA VOCÊ

Carnaval de Apodi 2016: Aline Reis e Dayvid Almeida

Aline & Dayvid - "Não te quero mais não"

Aline e Dayvid - EU DESISTO

O usuário ainda não possui Playlists criadas no Sua Música.

Veja e ouça as playlists em destaque no Sua Música.

Ver Playlists

Nada Cadastrado!

17.840

Downloads

573.636

Plays

0

Playlists

0

Plays

4

Uploads

Alinne Iris Reis de Oliveira, mais conhecida como Alinne Reis, nasceu com DNA carioca, mas tem alma...
Ler Mais

de nordestina e encanta a todos com o seu forró – estilo de música que escolheu e vive há 18 anos. Tudo começou na igreja, quando aos 5 anos era cantora mirim. O responsável por dar a primeira oportunidade para a artista, foi o sanfoneiro Dida Pachequinho, que a apoiou e a ajudou a escolher seu nome artístico. Aos 12 anos, Alinne ganhou um concurso de voz e um ano depois a chamaram para cantar em uma banda de forró pé de serra, onde permaneceu por muitos anos. Após isso, passou pelo Forró da Pegação, Banda Feras, Mauricinhos do forró e Forró Sacanear. De 2012 a 2015 foi uma das vocalistas da Banda Saia Rodada e por fim, formou a dupla Aline e Dayvid. Todos os grupos musicais por qual passou fez Alinne, cantar em praticamente todo o Brasil e hoje coleciona uma legião de fãs. “Sou extremamente grata a todos, e me dou muito bem com cada um. Tento ao máximo dar a atenção que merecem, pois sem eles não seria o que sou hoje”, destaca. No começo de 2021 deu um grande passo artisticamente, e anunciou sua carreira solo, entrando para o casting da GR Shows – responsáveis por agenciar grandes nomes como Grupo Pixote, Simony, Belo e Turma do Pagode. A primeira música de trabalho que lançou, em janeiro é “Atende o Celular” e, recentemente, sua segunda faixa de trabalho, “ExQueminha”, que promete tocar muito e dar aquela alegrada no mês de junho, para as famosas festas juninas – mesmo em casa. Realizada pelas oportunidades e conquistas que aconteceram em sua vida, Alinne diz que o tempo e o amadurecimento a ajudaram muito, principalmente para subir no palco: “quando comecei, era extremamente tímida e nos dias de hoje já encaro qualquer multidão! Vocalmente também não sou mais a mesma, fui aperfeiçoando meu estilo e minha tonalidade, meu timbre. Hoje me sinto mais segura para subir no palco e me apresentar para o público” conta a artista.