A importância de Wesley Safadão para o Forró e como ele influenciou o meio

Cantor popularizou o ritmo como nunca antes

Hugo Gualberto

Sexta, 06/09/19 às 17:54
Atualizado em Terça, 10/09/19 às 15:13

COMPARTILHE:

Antes de iniciar o texto vamos evitar polêmicas, certo? Sim, o maior nome da história do Forró é Luiz Gonzaga e isso nem sequer entra em discussão, pelo menos em nenhuma roda de discussão sensata. Ele está lá e está em um nível que ninguém nunca alcançou e nem vai alcançar, mas vamos pular gerações e chegar até o Forró Eletrônico. É claro que bandas criadas nos anos 90 têm uma importância fundamental para o que o Forró Eletrônico é hoje. Se não fosse a Mastruz com Leite, por exemplo, talvez nem existiria o Forró Eletrônico como conhecemos atualmente. Foram bandas como ela que moldaram tudo o que agora conhecemos como Forró Eletrônico e a ela sempre iremos dever muitas coisas. Não é exagero afirmar que é a maior banda da história do Forró, mas o foco desta vez é outro e aproveitando o aniversário dele, queremos falar da importância de Wesley Safadão para o meio.

- Mais notícias do Forró

Muita gente pode discordar sobre a importância de Wesley por não gostar do cantor ou das suas músicas, mas em uma visão totalmente neutra, é impossível negar o tamanho da visibilidade que ele trouxe para o Forró, chegando a certos públicos que anteriormente nós nem considerávamos, como por exemplo todo o Sul do país, lugar onde o Forró já havia chegado, mas nunca com a mesma força que chegou após o estouro nacional de Safadão.

(Reprodução/Instagram @wesleysafadao)

O primeiro ponto que devemos falar é que o sucesso de Wesley não foi por acaso e claro que também tem muito a ver com o talento do cantor, mas também com a visão dele e de sua equipe do que poderia vir a acontecer no futuro.

Certa vez, em uma entrevista, ele havia dito que muitos artistas pensam, inicialmente, em estourar nacionalmente e ganhar o Brasil, mas a estratégia da Banda Garota Safada, antigo grupo do cantor, era diferente. Antes de alçar voos maiores ele queria conquistar todo o Nordeste e foi exatamente o que aconteceu. Quem é da região lembra muito bem que já existiam bandas com sucesso nacional que foram criadas nos anos 2000. Algumas, inclusive, podem ter inspirado o próprio Safadão. A Garota Safada foi ganhando espaço aos poucos pelo Norte e Nordeste e estados como Ceará e Pernambuco viraram verdadeiros territórios da banda. De 2010 a 2015 os cearenses estavam entre os maiores do Forró pelo Nordeste, mas foi justamente em 2015 que a chave virou, como já era esperado que acontecesse em algum momento.

De acordo com o próprio Safadão, essa chave virou durante o Carnaval de Salvador, quando ele cantou a música "Camarote" e viu que milhares de pessoas de vários estados diferentes também cantavam a música com ele. Enquanto isso o clipe oficial da faixa já bombava na internet em um tempo onde apenas os cantores sertanejos alcançavam números tão expressivos em plataformas como o YouTube.

Pouco tempo depois o cantor também participou do clipe da música "Aquele 1%", que  deu um grande impulso em sua carreira, assim como a internet e os vários memes e brincadeiras feitas com o artista nas redes sociais, principalmente devido ao seu carisma. Naquele momento o Brasil realmente descobria Wesley Safadão. Claro que muito disso também acontece devido ao momento, a escolher a música certa e ela estourar e a vários outros fatores, mas cabe ao artista saber aproveitar o momento. Foi a partir desse ponto que ele e sua equipe traçaram um planejamento para conquistar o Brasil e manter o sucesso, que segue até os dias atuais e, com certeza, revolucionou um pouco a forma como as coisas são feitas.

É comum vermos que na música sertaneja o investimento é gigante desde os primeiros passos de várias duplas, mas no Forró isso ainda não é comum e por vezes os grupos não são tão organizados, mas isso melhorou muito após o sucesso de Wesley, que principalmente após iniciar sua carreira nacional mostrou provas de que um bom planejamento é sempre a melhor opção para qualquer um.

Bandas como Cavaleiros do Forró e Calcinha Preta sempre foram pioneiras quando o assunto era gravação de clipes para divulgação, mas Wesley levou isso para um novo patamar e acabou influenciando fortemente as mais diversas bandas do Nordeste, principalmente em questão de qualidade do material de divulgação, acabamento e até mesmo estilo das músicas.

Antes do sucesso nacional de Safadão, mesmo com várias outras bandas estouradas em todo o Nordeste e em todo o país, o gênero ainda era visto de uma maneira um pouco mais preconceituosa, muitas pessoas ouviam as músicas do momento, mas era apenas isso. Uma das coisas que Wesley fez, e muita gente não gostou, mas foi necessário, foi tentar transformar o Forró Eletrônico em uma música mais "pop", fazendo com que o público de outras regiões tivessem um maior interesse. Como podemos ver, isso deu bastante certo.

Outro ponto que ajudou muito a fortalecer o ritmo e o próprio cantor foi diversificar seu repertório e suas parcerias, virou algo comum vermos parcerias entre Forró e Sertanejo, Forró e Axé, Forró e Funk. Por mais que muita gente não ache a melhor solução, isso com certeza fortaleceu o cenário do Forró a nível nacional.

Certo, Wesley influenciou bastante na organização, qualidade e meios de divulgação do Forró, mas não foi apenas isso. Todos sabem que até alguns anos o Forró era formado, em sua maioria, por diversas bandas, mas foi a partir do momento em que o cantor cearense anunciou que deixaria de ser Wesley Safadão & Garota Safada e iria iniciar, de fato, uma carreira solo, que esse jogo virou totalmente. Foi quase que automático vermos que boa parte dos artistas do gênero, principalmente aqueles que lideravam uma banda, iniciaram suas carreiras solo. Hoje, podemos dizer que, em uma suposição, quatro em cada cinco artistas de sucesso estão em carreira solo, sem desconsiderar muitas bandas que continuam fazendo sucesso, claro.

Obviamente não podemos dizer com certeza que este movimento foi apenas por influência do cantor, mas é claro que teve algum peso, já que naquele momento ele iniciava seu auge e era normal que a maioria das bandas seguissem um fluxo natural de quem estava vivendo o melhor momento. Vale ressaltar que esse movimento vale muito mais para bandas que ainda não faziam um sucesso nacional.

Muitas vezes chegamos a um ponto onde deixamos de ser influenciados e viramos influenciadores e cada movimento do cantor durante os últimos anos é seguido por diversas bandas, como por exemplo o fim do ballet e os backing vocals dançarinos, que viraram uma verdadeira febre após o sucesso nos shows de Wesley.

(Reprodução/Instagram @wesleysafadao)

De uma forma geral, sem comparar gerações, Wesley foi um dos grandes responsáveis por abrir várias portas para o Forró, assim como antes dele outras bandas também abriram diversas portas para que ele pudesse dar essa continuidade. Foi também um dos nomes que fez o ritmo ser bastante valorizado fora das região Nordeste. O Forró sempre foi evoluindo e crescendo no gosto popular ao longo do tempo e ele foi um dos grandes responsáveis nos últimos cinco anos.

Seja pela sua influência, pela força fora do Nordeste, pelo tamanho e proporção que o trabalho de Wesley ganhou, não podemos deixar de lado o fato de que ele é um dos maiores artistas do Brasil atualmente e com certeza já deixou e continua deixando sua marca na história do Forró Eletrônico, assim como outros nomes deixaram e continuam deixando as suas.

Mas entre tantas influências e tantas conquistas, diria que o principal feito de Wesley foi dar essa cara mais Pop ao Forró e isso independe do gosto pessoal de qualquer pessoa. Mas esse foi um dos motivos para que o ritmo ganhasse outra proporção, como por exemplo, ter um dos maiores festivais de música do Brasil, no Rio Grande do Sul, cantando um Forró à plenos pulmões.

Tags: Forró