Com agenda adiada, Gusttavo Lima garante: "não vou demitir ninguém"

Cantor revelou que seus funcionários continuarão recebendo, mesmo com a paralisação dos shows devido a pandemia do coronavírus

Luis Felipe Herdy

Quarta, 25/03/20 às 18:15

COMPARTILHE:

A pandemia do coronavírus alterou radicalmente a rotina do showbusiness brasileiro. Para evitar aglomerações e a propagação da doença, artistas decidiram adiar suas apresentações, seguindo as recomendações dos orgãos públicos e da Organização Mundial da Saúde (OMS).

+ NOTÍCIAS DO MUNDO SERTANEJO

Sem shows, a renda mensal de todos os envolvidos neste mercado é diretamente alterada, o que também acaba gerando apreensão nas bandas e funcionários que dependem destas apresentações para obter seus salários e sustentar suas respectivas famílias.

(Foto: Érico Andrade/G1)

Em entrevista a Coluna do Leo Dias, o cantor Gusttavo Lima fez questão de tranquilizar a todos que trabalham com ele, revelando seu posicionamento em meio a esta situação tão complicada que todo o país está vivendo nos últimos dias:

"É hora de agirmos como seres humanos. Não vou deixar meus funcionários na mão. Não vou demitir ninguém, nem reduzir o salário de nenhum funcionário. Eu tenho cerca de 50 pessoas que viajam comigo e outras 50 nas minhas empresas, e tudo permanecerá igual", explicou o cantor.

Também de acordo com a coluna, o cantor sabe que nem todos os artistas poderão agir desta maneira, já que os shows representam muito no faturamento. Com isso, Gusttavo convocará uma reunião nesta quinta-feira (26), com diversos empresários da música sertaneja, para discutir como vão agir dentro dos próximos meses.

+ NOTÍCIAS DO MUNDO SERTANEJO

Gusttavo Lima