Com grandes nomes da música, Arraiá do Galinho reuniu mais de 63 mil pessoas no evento

Evento que marca a abertura dos festejos juninos na Bahia impressionou com a mega estrutura e grade de atrações

Erica Cotta

Quarta, 13/06/18 às 21:24

O Festival do Galinho 2018 mostrou a força das festas juninas na capital baiana e reuniu mais de 63 mil pessoas nos dois dias de festa. Famoso por resgatar clima de interior, o Arraiá do Galinho impressionou com a mega estrutura e grandes atrações

O evento aconteceu nos dias 08 e 09 de junho e uniu a tradição da festa junina através de concurso de quadrilhas, barracas e coreto com a modernidade de uma mega estrutura, com palco grandioso, atrações nacionais e performances interativas.

O primeiro dia de evento foi embalado pelo clima do forró das antigas do Mastruz com Leite, Magníficos e Limão com Mel, relembrando grandes sucessos como "Me Usa", “Saga de um Vaqueiro" e “Fantasias”, fazendo o público cantar e dançar até o dia amanhecer.  O cantor e compositor Dorgival Dantas levou seus maiores sucessos para o palco do Galinho e fez o público dançar ao som de canções como "Destá", "Primeiro Passo" e "Tarde Demais".

(foto: Sércio Freitas)

Uma das atrações mais aguardadas da noite, Ivete Sangalo se apresentou pela terceira vez no Galinho e trouxe um figurino especial, desenhado pela própria artista. Bell Marques apresentou um show especial de São João. "Nosso setlist é composto 40% por músicas de forró, mas com a minha marca e com significados para mim", revelou o cantor durante coletiva antes de sua apresentação.

Sob o comando de Xand, a banda Aviões levou os sucessos da sua carreira, com destaque para a atual música de trabalho “Inquilina” que foi cantada em coro por todo o Parque de Exposições.

Já a atração mais esperada do segundo dia do festival, Luan Santana teve o show mais cheio do segundo dia do Galinho, que reuniu mais de 35 mil pessoas no Parque de Exposições de Salvador. Mano Walter se apresentou pela primeira vez no Festival do Galinho. "Estou impressionado com a estrutura do evento e com o carinho que estou sendo recebido pelo público baiano", disse o cantor alagoano, que levou no seu repertório o sucesso "Não Deixo Não", além de canções como "Juramento do Dedinho",  e "Balada do Vaqueiro", gravada em parceria com a cantora Marília Mendonça. O cantor Tayrone relembrou grandes sucessos da sua carreira e ainda convidou Kevi Jony para uma participação especial e juntos cantaram "Moça do Espelho".

(foto: Sércio Freitas)

Também estreante no evento e dono dos hits “Como a culpa é minha” e “Alô Dono do Bar”, o sergipano Devinho Novaes declarou que sempre sonhou em tocar no Galinho, e para celebrar a realização, gravou um CD durante a seu show. Danniel Vieira levou no setlist os maiores sucessos do sertanejo, além de canções autorais como atual música de trabalho "Pano de Chão". O cantor Israel Novaes fechou com chave de ouro a 29ª edição do Festival do Galinho. No repertório, canções de sucesso da carreira e atual música de trabalho que mistura sertanejo com funk e axé, intitulada “Chip” com participação de Marcio Vitor (Psirico) e Jerry Smith, lançada na última sexta-feira, dia 8.

Tags: Brega