Forró deve virar patrimônio cultural do Brasil

Processo de registro começou na última sexta (05)

Sua Música

Terça, 09/11/21 às 16:52
Atualizado em Sexta, 12/11/21 às 11:40

COMPARTILHE:

Em 1950 Luiz Gonzaga gravou e cantou a música Forró de Mané Vito, considerada a primeira música de Forró que levou o nome do ritmo. De lá para cá o ritmo cresceu, foi apresentado para todo o Brasil com o próprio Rei do Baião e também ganhou suas evoluções e mudanças. Agora o ritmo deve se tornar um Patrimônio Cultural do Brasil.

- Mais notícias

O processo de registro do Forró como Patrimônio Cultural do Brasil teve início na sexta-feira (05). A publicação teve como objetivo tornar público o interesse em fazer com que o ritmo seja considerado patrimônio cultural. A partir de agora e durante o período de 30 dias, qualquer pessoa pode enviar suas manifestações positivas ou negativas sobre a questão.

Após o período o Conselho Consultivo do Patrimônio irá votar sobre a questão, no dia 9 de dezembro. Vale lembrar que no dia 13 de dezembro é comemorado o dia do Forró.

(Divulgação)

O processo é conduzido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e acontece após um pedido da Associação Balaio do Nordeste, do Fórum Forró de Raiz da Paraíba, que conta com um abaixo-assinado de 423 forrozeiros de todo o país.

O texto publicado pelo Diário Oficial da União, é dito que Matrizes Tradicionais do Forró devem ser consideradas Patrimônio Cultural do Brasil, por esse termo podemos entender "manifestação cultural conhecida por seus ritmos musicais, danças e instrumentos tradicionais".

Vale lembrar que já é um desejo que o Forró ganhe tal título há alguns anos, desde 2019, quando se iniciou uma longa pesquisa. Agora, finalmente, o Forró está próximo de ganhar o título.

Clique aqui para mais notícias do mundo da música

Tags: Forró