TOP 10: Introduções de 'Forró das Antigas' que arrepiam até hoje!

Segura essa nostalgia!

Hugo Gualberto

Quinta, 26/07/18 às 16:22

COMPARTILHE:

Tem duas coisas que todo mundo por aqui gosta: Forró das Antigas e ranking de melhores músicas e de todo tipo de coisas. Pois bem, hoje resolvi juntar isso em um só e fazer um Top 10 de introduções do Forró das Antigas que arrepiam até os dias atuais. Claro, vale lembrar que todas as músicas aqui foram colocadas de acordo com opiniões pessoais e se a sua lista for diferente, é só colocar nos comentários.

- Mais notícias do Foró

Muita coisa no Forró das Antigas é marcante, mas uma das que mais ficam na cabeça e mexem com a nostalgia de todo bom forrozeiro é a introdução das músicas, seja com a sanfona ou com os metais. Vamos para a lista?

10 - meu grande amor - Baby som

Sem dúvida alguma a música de maior sucesso da Baby Som e, com toda certeza, uma das introduções e refrões mais nostálgicos do Forró das Antigas. Vai dizer que você não lembrou de bons momentos ouvindo a música?

9 - Saga de um vaqueiro - Mastruz com Leite

Se este fosse um Top 10 sobre as maiores e melhores músicas da história do Forró, essa daqui estaria bem mais na frente. O principal na música não é a sua introdução, mas ela é uma obra tão perfeita e significante para o Forró que não poderia ficar de fora.

8 - Todo tempo é pouco pra te amar - Brasas do Forró

Antes de fazer a lista eu pensei em usar algumas músicas que eu já tinha em mente e começar a fazer normalmente. Nenhuma música da Brasas da Forró estava entre as que eu havia pensado, mas de repente me lembrei da sanfona chorando em sua introdução e não tive como deixar de fora.

7 - Me usa - Magníficos

Deixa eu contar uma coisa para vocês: Nenhuma banda de Forró tem mais introduções marcantes do que a Magníficos. Poderíamos fazer este Top 10 apenas com músicas da banda, mas vamos limitar a lembrar apenas de três músicas do grupo paraibano. A primeira delas é "Me usa", com o sax marcante logo no início.

6 - Verdadeiro amor - Magníficos

Ouso dizer que "Verdadeiro amor" é, no mínimo, uma das três músicas mais conhecidas na história da Magníficos e a sua introdução não fica atrás.

5 - Timidez - Cavalo de Pau

A introdução de Timidez não é das mais longas, mas de todas as músicas da banda, essa é a que bate uma maior nostalgia logo no começo. Concorda?

4 - Sede de te amar - Brucelose

Antes de tudo, aviso que ainda teremos mais uma da Brucelose. "Sede de te amar" não começa diretamente com uma introdução instrumental, começa com a cantora e o refrão a capella, mas logo depois, quando a sanfona de Gilson Neto entra em ação, é impossível não se arrepiar e até mesmo cantar um "É o Forró da Brucelose..." em determinada parte.

3 - Meu vaqueiro, meu peão - Mastruz com Leite

Acho que seria impossível não ter Mastruz com Leite entre as cinco primeiras. São várias as músicas com introduções marcantes, mas achei que "Meu vaqueiro, meu peão", uma das músicas mais regravadas da banda, representaria bem. Até os dias atuais ela continua entrando em produções como filmes, por exemplo. O tempo passou, o seu sucesso, não!

2 - Doce pecado - Brucelose

Fiquei com uma dúvida enorme entre a primeira e a segunda posição, mas precisei deixar "Doce Pecado" com a medalha de prata. A Brucelose é, na minha opinião, a melhor banda do chamado "Forró das Antigas" e suas introduções na sanfona, brilhantemente compostas por Gilson Neto, são excelentes e muito marcantes. Ouvir a introdução de "Doce Pecado" ao mesmo tempo arrepia até a alma e nos deixa com uma nostalgia sem explicação. Pode dizer, bateu a saudade, né?

1 - Sonhar - Magníficos

Quando estava fazendo a lista, havia colocado "Sonhar" na segunda posição, atrás de "Doce Pecado", mas então resolvi ouvir mais uma vez e a nostalgia ao ouvir os metais e os backing vocals juntos foi muito maior. Sempre que ouço a música sinto uma grande saudade inexplicável de um tempo em que eu ainda era criança. Fica com a merecida medalha de ouro.

Tags: Forró